minmatt.info

Baixe e compartilhe arquivos com seus amigos no meu blog

ERAM OS DEUSES ASTRONAUTAS BAIXAR


Em 'Eram os deuses astronautas?', o autor, que dedicou a vida a pesquisas pelo mundo todo, defende a existência de outros seres inteligentes no universo e. Eram os Deuses Astronautas? Erich von Däniken. APRESENTAÇÃO. (JOÃO RIBAS DA COSTA). Jung e seus discípulos parecem acreditar que certas. Eram os Deuses Astronautas? Erich von Däniken APRESENTAÇÃO (JOÃO RIBAS DA COSTA) Jung e seus discípulos parecem acreditar que.

Nome: eram os deuses astronautas
Formato:ZIP-Arquivar
Sistemas operacionais: iOS. Windows XP/7/10. MacOS. Android.
Licença:Somente uso pessoal
Tamanho do arquivo:66.49 Megabytes

OS BAIXAR ERAM DEUSES ASTRONAUTAS

Figura 50 - TR3 So recentemente foram medidas as linhas e figuras geometricas. Antes de a realeza de Anu subir aos céus, Enki disse: Que a espécie humana pereça, pois a perversidade do homem é grande na Terra. É chegada a hora de o homem se livrar dos grilhões religiosos para que possa avaliar a essência da vida no ângulo que ele cria. Eram Os Deuses Astronautas? E demasiado radical! Os vultos estranhos interpelavam nosso Ezequiel como "filho do homem", e queriam falar com ele. Allan, em seu livro "O Grande idolo e Tiahuanaco", deram razoavel inter pretagao aos mencionados simbolos, que julgam ser o registro de um enorme conjunto de conhecimentos astronomicos, baseados, alias, no conceito de que a Terra e um esferoide. É a caixa de Pandora. Se ai se usou ferro, dele ja nada restara.

Eram os Deuses Astronautas? Erich von Däniken. APRESENTAÇÃO. (JOÃO RIBAS DA COSTA). Jung e seus discípulos parecem acreditar que certas. Eram os Deuses Astronautas? Erich von Däniken APRESENTAÇÃO (JOÃO RIBAS DA COSTA) Jung e seus discípulos parecem acreditar que. 2 de set de Ebooks Grátis PDF: Eram os Deuses Astronautas – Erich Baixar Livro Como Domar Um Elefante- Jan Chozenbays em PDF, ePub e Mobi. Eram Os Deuses Astronautas - Erich von Daniken (ou astronautas) que para as épocas relatadas teriam se deslocado. Download File. Clique AQUI para fazer o download: Eram os Deuses Astronautas? Eram Os Deuses Astronautas, é um documentário que explica de varias formas, a ligação .

E em todas elas existe um ser que vem céus em favor do homem. Nesta obra o escritor Erich Von Daniken lança uma teoria intrigante, ele acredita que as antigas civilizações que habitavam nosso planeta terra foram concebidas por astronautas e alienígenas de outro planeta. Fontes: miscelaneaanonima. Quero ser notificado de novos artigos por email.

This website uses cookies to improve your experience while you navigate through the website. Out of these cookies, the cookies that are categorized as necessary are stored on your browser as they are essential for the working of basic functionalities of the website.

We also use third-party cookies that help us analyze and understand how you use this website. E muito provavel que debaixo delas existam edificios soterrados. Ate agora nao foi feita vala alguma atraves dessa cadeia de colinas, nenhuma enxada procurou cavar ate a solucao do enigma.

Evidentemente, ha pouco dinheiro para isso. Mas o viajante, nao raro, ve soldados e oficiais, que, obviamente, nada de util tern para fazer. Para quantas outras coisas ha dinheiro de sobra neste mundo! A pesquisa para o futuro e de suprema importancia. Se o anseio de descobrir nosso passado nao bastar como alavanca propulsora dc pesquisas modernas intensivas, a regua de calculo possivelmente podera entrar em agao corroborante.

Por que nao procuramos esses "deuses" antigos? Nossa radioastronomia emite sinais para o Cosmo e tenta receber sinais de seres inteligentes extraterrestres. Mas por que nao procuramos, antes ou simultaneamente, vestigios de seres inteligentes extraterrenos, em nossa propria Terra, situada bem mais perto? Ainda hoje nao sabemos de onde proveio esse povo.

Mas sabemos que os sumerios trouxeram consigo uma cultura superior, plenamente desenvolvida, que impunham aos semitas, em parte ainda barbaros. Um numero de quinze casas! Nossos citadissimos e intensamente pesquisados ancestrais de cultura ocidental, os velhos e inteligentes gregos, no periodo do auge do brilho de seu saber, nao subiram acima do numero O que passava dali, designava se simplesmente como " infinite".

Assim, os dez primeiros reis governaram, em total, Sao periodos de vida completamente incompreensiveis para nosso saber, embora os nomes dos muitos potentados se encontrem eternizados nitidamente em longas listas gravadas sobre tijolos e moedas. Que aconteceria se tambem aqui ousassemos tirar os antolhos e olhar as coisas de antanho com olhos novos, olhos de hoje?

Suponhamos que, na verdade, astronautas de outros mundos tivessem visitado a regiao de Sumer ha milhares de anos. Conjeturemos que a curiosidade os tivesse impelido a voltar, cada anos terrestres, aos locais de seu trabalho pioneiro, para verificar os resultados de sua sementeira. Segundo as escalas da expectativa de vida atual, os astronautas poderiam ter sobrevivido facilmente anos terrestres. A teoria da relatividade prova que os astronautas, durante o voo numa astronave que se movesse pouco abaixo da velocidade da luz, so teriam envelhecido pouco mais de 40 anos durante as viagens de ida e volta.

Os sumerios, ainda incultos, teriam construido, atraves de seculos, torres, pir amides e casas com todo o conforto para seus "deuses" e lhes teriam oferecido sacrificios enquanto aguardavam seu regresso. E cem anos depois, de fato regressavam. Como imaginavam e representavam os sumerios seus poderosos "deuses"? A mitologia sumeriana e algumas plaquetas e quadros acadicos disso nos informam. Os "deuses" sumerianos nao tinham forma humana, e o simbolo de cada um dos deuses era invariavelmente ligado a uma estrela.

Em quadros acadicos, as estrelas estao reproduzidas assim como nos as desenhariamos hoje. O singular, porem, e que essas estrelas sao rodeadas de planeta de diversos tamanhos.

Aqui estao apenas algumas das muitas curiosidades da mesma area geografica: Em Geoy Tepe, desenhos de espiraiuma raridade ha 6. Em Gar Kobeh, uma industria de pederneiras, a qual se atribuem Em Baradostian, achados identicos, com a idade provavel de Em Tepe Asiab, figuras, tumulos e instrumentos de pedra com data anterior a No mesmo local, foram encontrados excrementos petrificados que, possivelmente, nao sao de origem humana.

Em Karim Schair encontraram se buris e outras ferramentas. Em Barda Balka, foram desenterradas ferramentas e armas de pederneira. De repente, por motivos ate agora impossiveis de imaginar, la estavam os sumerios, com sua astronomia, sua cultura e sua tecnica. Pode se imaginar que alguns "deuses" chegaram e reuniram a seu redor os semi selvagens na plamcie de Sumer e lhes transmitiram parte de seus conhecimentos.

As figurinhas e estatuas que hoje nos olham das vitrinas de museus, mostram uma mistura de ragas: olhos esbugalhados, frontes curvadas, la bios estreitos e geralmente narizes retos e compridos. Quadro esse que combina mal, muito mal mesmo, com nosso sistema esquematico de pensar e com nossos conceitos sobre os povos primitivos. No Libano existem fragmentos de rocha vitrea, chamados tectites, nos quais o americano Dr. Stair descobriu isotopos radioativos de aluminio.

Em Helua existe um pedago de pano tecido com uma delicadeza e suavidade que hoje so poderiam ser reproduzidas numa fabrica especializada, por teceloes de grandes conhecimentos e notavel experiencia tecnica.

No museu de Bagda estao expostas pilhas eletricas secas, que trabalham segundo o principio galvanico. No mesmo local podem ser admirados elementos eletricos com eletrodos de cobre e um eletrolito desconhecido. A Universidade de Londres possui, em seu departamento egipcio, um osso pre- historico, amputado com mestria 10 centimetros acima da articulagao da mao direita, em corte liso de 90 graus.

DEUSES ASTRONAUTAS BAIXAR ERAM OS

Os planetas Venus e Terra estao unidos por linhas. No planalto do Peru foram encontrados ornamentos fundidos em platina. Num tumulo em Chou Chou China encontraram se partes de um cinto feitas de aluminio. Em Delhi existe um velho pilar de ferro, que nao contem fosforo, nem enxofre e, por isso, nao pode ser destruido por influencias meteorologicas. Esta abundancia de "coisas impossiveis", afinal.

De que oficina de precisao se originam as lentes de cristal lapidado? E como obtinham aluminio, metal que so com dificuldades consideraveis pode ser extraido da bauxita? Enquanto a Arqueologia for conduzida como ate agora, nunca, provavelmente, teremos uma oportunidade de saber se a nossa Antigiiidade era de fato atrasada ou, talvez, ate muito esclarecida. Por exemplo, um metalurgista podera explicar concludente e rapidamente a um arqueologo quao complicado e obter se aluminio. Um quimico, com seus instrumentos altamente desenvolvidos, talvez possa confirmar a suspeita de que obeliscos tivessem sido extraidos da pedreira por meio de cunhas de madeira embebidas em agua, ou gramas ao emprego de acidos desconhecidos.

A mesma equipe devera naturalmente juntar se uma turma de escafandristas, que procure no Mar Morto vestigios radioativos de uma eventual explosao atomica sobre Sodoma e Gomorra. Por que as bibliotecas mais antigas do mundo sao bibliotecas secretas? De que, afinal, se tern medo? A pesquisa e o progresso nao sao passiveis de serem detidos. Durante 4. Nos, ainda na Idade Media, matavamos "bruxas", tao ardente era nosso zelo pela manutengao dos conceitos entao vigentes.

Temos a corrigir mil e um erros do passado. A cent ianca em nos mesmos, que vivemos fingindo, e inteiramente vi, e representa apenas uma forma aguda de obstinagao. Continua reinando nos congressos de cientistas ortodoxos a ilusao de que uma coisa deve ser comprovada antes que uma pessoa seria" deva ou possa ocupar se dela. Antigamente, aquele que exprimisse um pensamento novo, ainda nao pensado, deveria contar com proscribes e perseguigoes. Aparentemente tudo se tornou mais facil. Ja nao ha anatemas, nem mais se acendem fogueiras.

Entretanto, os metodos da nossa epoca, embora menos espetaculares, nem por isso deixam de ser inibidores do progresso. O sistema e menos ruidoso e muito mais elegante. Mediante " killer-phrases ", como dizem os americanos, as hipoteses e as ideias insuportavelmente audaciosas sao silencia das ou rejeitadas. Muitas sao as possibilidades: E contra o regulamento!

Que e sempre bom! V E muito pouco classico! Fato que impressiona! E demasiado radical! Sem paralelo em seu efeito repelente! As Universidades nao ensinam isto! Outros tambem ja o tentaram! Sem duvida! Mas com que exito? Nao podemos ver sentido nisso! Por isso mesmo! E contrario a religiao! O que se pode dizer a isso? Tal coisa ainda nao foi provada! Quod erat demonstrandum! Portanto, uma afirmagao nesse sentido e obra do diabo!

Mas, no limiar do seculo XXI, o pesquisador deveria estar preparado para enfrentar realidades fantasticas. Deveria estar avido de proceder a uma revisao das leis e dos conhecimentos que durante milenios foram tidos como tabus, mas que estao postos em xeque por novos conhecimentos. Ainda que um exercito reacionario de detentores do Premio Nobel esteja tentando opor barreiras a essa nova avalancha espiritual, sera preciso, em nome da verdade e da realidade, conquistar um mundo novo contra todos aqueles que nao querem aprender.

Quern, ha vinte anos, falasse a respeito de satelites artificiais em circulos cientificos, cometia uma especie de suicidio academico. Hoje, corpos celestes artificiais, isto e, satelites, circulam em orbita ao redor do Sol, fotografaram Marte, tendo descido suavemente na Lua e em Venus, a fim de irradiar para a Terra, mediante suas camaras fotograficas de turistas , fotos de primeira classe, da exotica paisagem.

Quando, na primavera de , foram irradiadas a Terra as primeiras de tais fotografias de Marte, ocorreu isso com uma intensidade de 0, Entretanto, NAD A mais e inimaginavel.

A palavra "impossivel" deveria ter se tornado literalmente impossivel ao pesquisador moderno. Sabemos que nossos inocentes e primitivos antepassados nada podiam perceber da tecnica superior dos astronautas. Em algumas partes da Terra, ainda hoje vivem seres primitivos para os quais a metralhadora e uma arma diabolica. Para eles, um aviao a jato sera, talvez, um veiculo de anjos.

Nao escutarao eles, atraves do radio, a voz de um M deus M? Continuam riscando suas figuras de "deuses" e suas naves maravilhosas vindas do ceu, em paredoes de rochas e cavernas. De fato, os selvagens, dessarte, nos conservaram o que hoje procuramos. Henri Lhote, pesquisador frances, descobriu em Tassili Saara algumas centenas!

Ao lado de pinturas de animais, surpreendem nos seres revestidos com uma especie de traje de escafandrista. O Grande Deus Marte - assim Lhote batizou um desenho gigantesco - tinha originalmente 6 metros de altura; o M selvagem M , no entanto, que nos legou esse desenho, nao podera ter sido tao primitivo como nos desejariamos, para que tudo se enquadrasse limpamente no velho sistema do pensamento. A nos, sem fazermos exigencias extremas a imaginagao, quer nos parecer que o grande deus marciano foi representado numa roupa espacial ou de escafandrista.

Nos pontos que correspondem a boca e ao nariz, o capacete apresenta apropriadas fendas. Tambem nos Estados Unidos Tulare, regiao da California , quadros muito parecidos foram encontrados nos paredoes de rochas. Desejando considerar as coisas com generosidade, tambem estamos prontos a admitir que os primitivos nao eram suficientemente habeis e retratavam as figuras de maneira um tanto grosseira.

Por isso nos parece mais sensato admitir que os M artistas M eram perfeitamente capazes de representar aquilo que de fato viam. Em Inyo County California , num desenho de caverna, clarissima figura geometrica - sem qualquer exagero de imaginagao - e identificavel como uma regua de calculo normal, em moldura dupla.

Por que nao? Mas cada chifre ostenta, a esquerda e a direita, cinco espirais. Se imaginarmos duas hastes com grandes isoladores de porcelana, teremos a imagem mental aproximada desse desenho. Que diz a isso a Arqueologia? Muito simplesmente que se trata do simbolo de um deus. Os deuses sao de grande valia: explica se muita coisa - e, especialmente, o inexplicavel - apelando se para a inacessibilidade e a sobrenaturalidade deles.

Nesse mundo peculiar do indemonstravel, eles podem viver em paz. Qualquer figurinha que seja encontrada, qualquer objeto que se restaurar, qualquer estatueta que possa ser reconstituida, logo se liga a uma ou outra religiao antiga. Dessa forma, tudo fica novamente certo e assentado. Mas, ponderemos: e se os afrescos em Tassili, nos Estados Unidos ou na Franca, realmente reproduzem aquilo que os primitivos viram?

Que se deve responder, se as espirais nas hastes representam de fato antenas, assim como os antigos as viram nos "deuses" estranhos? Nao e possivel que efetivamente existam coisas "que nao deveriam existir"?

Um "selvagem" que, de qualquer maneira, possui a habilidade de produzir pinturas murais, afinal ja nao pode ser considerado tao selvagem assim. O desenho mural da dama branca de Brandberg Africa do Sul poderia ser uma pintura do seculo XX: usa um pulover de manga curta, calcas bem agarradas, luvas, ligas e sandalias. A dama nao esta so: atras dela, em pe, esta um homem magro, com uma estranha haste farpada na mao; na cabega, traz um capacete muito complicado, com uma especie de viseira.

O problema esta em que se trata de um desenho de caverna pre-historica. Sao cabegas de animais, dizem os arqueologos.

Eram Os Deuses Astronautas? (part. Atentado Napalm)

Quanto de absurdo envolve a ideia de se venerar um "deus" que simultaneamente se mata e come! Frequentemente veem se navios com asas e, muitas vezes, antenas tipicas, inconfundiveis. Nao podemos ir tao longe a ponto de afirmar que os habitantes das cavernas italianas mantinham intenso programa de viagens ate a America do Norte ou a Suecia, ou entre o Saara e a Espanha Ciudad Real , a fim de transmitir seus talentosos processos artisticos.

Mas sao encontradas quase em toda parte! O estudo de antiquissimos livros sagrados, no decorrer do proximo capitulo, dara a minha hipotese uma verossimilhanga tao grande que, por fim, os pesquisadores do passado nao poderao mais fugir as perguntas revolucionarias. A Biblia certamente tern razao - Dependia Deus do tempo? A Area da Alianga de Moises eontinha carga eletrica Vewulos cosmicos dos "deuses" na areia do deserto O Diluvio foiplanejado For que os "deuses" exigiam determinados metais?

O Genese, por exemplo, comega com a criagao da Terra, que e contada com absoluta precisao geologica. De onde, porem, sabia o cronista que os minerais precederam as plantas e as plantas aos animais? Por que Deus fala no plural?

Por que Ele diz "nos" e nao eu por que "nossa" e nao "minha"? Dever se ia esperar que Deus, sendo unico, falasse aos homens no singular, nao no plural.

Quern pode responder, se perguntarmos quais filhos de Deus tomavam como mulheres as filhas dos homens?

Pois o antigo Israel tinha um unico Deus intocavel. De onde provem os "filhos de Deus? Porque, quando os filhos de Deus se juntaram as filhas dos homens e estas lhes deram filhos, nasceram aqueles homens possantes, que tao famosos sao na Antiguidade.

Aqui surgem, de novo, os filhos de Deus, que se casam com as filhas dos homens.

onde posso baixar o livro eram os deuses astronautas ? | Yahoo Respostas

Aqui tambem, pela primeira vez, se fala em gigantes "Gigantes" aparecem, a cada momento e em todas as partes, nas mitologias do Oriente e do Ocidente, nas lendas de Tiahuanaco e nas epopeias dos esquimos. Portanto, devem ter existido. Que especie de seres foram esses "gigantes"? Teriam sido antepassados nossos, que erigiram construgoes colossais e que, brincando, deslocavam monolitos?

Ou foram astronautas, tecnicamente experimentados, procedentes de uma outra estrela? Uma coisa e certa: a Biblia fala em "gigantes" e os designa como "filhos de Deus", e esses "filhos de Deus M unem se as filhas dos homens e multiplicam-se. O livro do Genese nos transmite, no Capitulo XIX, 1 a 28, longo relato, muito minucioso e excitante em seus pormenores, sobre a catastrofe de Sodoma e Gomorra.

Se associarmos nossos atuais conhecimentos aquela narrativa, logo despertaremos ideias novas, nada absurdas. V A tardinha, chegaram dois anjos a Sodoma, quando o pai Lo estava justamente sentado a porta da cidade. Obviamente, Lo esperava esses "anjos", que logo se revelaram como homens, pois Lo os reconheceu imediatamente e os convidou hospitaleiramente a pernoitarem em sua casa. Os libertinos da cidade, narra a Biblia, desejavam "coabitar" com os varoes estrangeiros.

Estes, porem, com um unico gesto, for am capazes de liquidar os apetites sexuais dos "playboys" indigenas: os perturbadores da paz ficaram cegos. Os M anjos M convidaram Lo a conduzir sua mulher, seus filhos e filhas, os genros e as noras, imediata e urgentemente, para fora da cidade, pois, assim advertiram, a cidade dentro em pouco seria destruida.

A famflia parece que nao confiou muito nesse estranho convite e tomou tudo como uma brincadeira de mau gosto do pai Lo. Depois que os haviam levado para fora, o anjo falou: "Salva tua vida, nao olhes para tras e nao pares nos arredores! Esconde te nas montanhas, para que nao sejas destruido! Rapido, salva te, vai para la, pois nada posso fazer antes de tu la chegares". Apos este relatorio, nao ha duvida de que os dois estrangeiros, os M anjos", dispunham de um poder desconhecido pelos habitantes da regiao.

Enquanto pai Lo ainda hesitava, arrastaram no pelas maos para fora. Deve ter se tratado de questao de minutos. Lo deve, assim ordenam eles, ir para as montanhas e nao voltar se para tras.

Que aconteceu, realmente, em Sodoma? Nao e possivel imaginar que Deus Todo Poderoso esteja preso a qualquer esquema cronologico. Por que, pois, essa pressa dos M anjos M? Por que cargas d'agua deveriam ir para as montanhas a qualquer custo? E por que nao deveriam olhar, nem uma vez ao menos, para tras? Perguntas talvez irreverentes quanto a um assunto serio, concordamos. Mas, desde que no Japao foram despejadas duas bombas atomicas, sabemos quais os danos causados; sabemos que os seres vivos, expostos ao efeito direto da radiacao, morrem ou adoecem incuravelmente.

Imaginemos que Sodoma e Gomorra tenham sido destruidas segundo um piano, isto e, deliberadamente, por meio de uma explosao nuclear. Quern devesse sair ileso - como a famflia de Lo - precisaria ficar a alguns quilometros de distancia do centro da explosao, nas montanhas: as paredes rochosas absorvem natural mente os perigosos raios duros.

Sim, e - quern nao o sabe? A mais ninguem admira que ela tenha sucumbido na hora. E o Genese assim finaliza o relatorio da catastrofe: "No outro dia, bem cedo, Abraao partiu e foi ao local onde ele havia estado com o Senhor.

Levantando os olhos para Sodoma, Gomorra e toda a terra adjacente, viu que se elevavam da terra cinzas inflamadas, como funiaca que sai duma fornalha". Podemos ser religiosos como nossos avos, mas certamente somos menos credulos. Nao podemos imaginar, nem com a melhor das boas vontades, um Deus onipotente, onipresente e onibondoso, que esteja acima dos conceitos de tempo e, entretanto, nao saiba o que acontecera. Deus criou o homem e ficou satisfeito com sua obra.

Apesar disso, parece haver se arrependido mais tarde de seu feito, porque o mesmo Criador resolveu aniquilar o homem. A nos, filhos de uma epoca esclarecida, tambem nos parece dificil pensar num pai extremamente bondoso que, entre inumeros outros, prefira seus assim chamados "filhos favorites", como justamente a famflia de Lo.

O Antigo Testamento da describes insistentes, em que Deus sozinho ou seus anjos, sob grande ruido e forte desenvolvimento de funiaca, desciam em voo direto do ceu. Uma das describes mais originais dessas ocorrencias foi nos legada pelo prof eta Ezequiel: "Aconteceu, no trigesimo ano, no quinto dia do quarto mes, quando eu me encontrava no Rio Chebar entre os exilados. La se abriu o ceu E bem ao meio apareceram vultos como de quatro seres vivos, cujo aspecto se assemelhava a vultos humanos.

E cada um tinha quatro rostos e cada um quatro asas. Suas pernas eram retas e a planta de seus pes era como a planta do pe de um bezerro, e brilhavam como metal polido. Ele tambem ve, em observagao exata, um semovente vindo do Norte, que brilha e e radiante e levanta enorme nuvem de areia do deserto.

Nao pode Ele, sem espalhafato ou alarido, encontrar se la onde deseja estar? Sigamos a narragao testemunho do prof eta Ezequiel: "Alem disso vi, ao lado dos quatro seres vivos, rodas no chao. O aspecto das rodas era como o vislumbre de um crisolito, e as quatro rodas eram todas da mesma conformagao, e eram trabalhadas de modo tal como se cada roda estivesse no meio da outra. E eu vi, que tinham raios e seus raios estavam cheios de olhos em toda a volta das quatro rodas, Quando os seres vivos andavam, tambem as rodas andavam a seu lado, e quando os seres vivos se elevavam do chao, tambem as rodas se levantavam.

Uma ilusao optica! De acordo com nossos atuais conhecimentos, ele viu algo parecido com os veiculos especiais que os americanos usam nas areias deserticas e regioes pantanosas. Ezequiel observa que as rodas se elevam do chao simultaneamente com as asas.

Isso e exatissimo. Naturalmente, as rodas de um veiculo universal, por exemplo, um helicoptero anfibio, nao ficam no chao quando ele se eleva para o ar. Continuemos com Ezequiel: "Filho do homem, poe te em pe, quero falar te. Os vultos estranhos interpelavam nosso Ezequiel como "filho do homem", e queriam falar com ele. Segue o relatorio: " Designa o barulho feito pelas asas como um farfalhar e o tilintar das rodas como um possante estrondo.

Nao nos parece isto o depoimento de uma testemunha ocular? Os "deuses" falaram com Ezequiel e instaram para que doravante restaurasse a lei e a ordem na Terra. Receberam no em seu veiculo e confirmaram que ainda nao haviam abandonado a Terra.

A ocorrencia causou forte impressao sobre Ezequiel, pois nao se cansa de descrever cada vez de novo o estranho veiculo. Mais tres vezes repete ele a descrigao de uma roda "que estava dentro da outra" e das "quatro rodas que podiam ir para todos os lados, sem virar se no andar".

E especialmente impressionado mostrou se ele com o fato de o corpo inteiro do veiculo, as costas, as maos e as asas, ate as rodas, estarem cheios de olhos. Esclarecido Ezequiel sobre seu povo, seguem se. Ezequiel levou a missao muito a serio, e transmitiu aos outros as indicates dos "deuses". Novamente estamos diante de questoes embaragosas. Quern falou com Ezequiel? Que especie de seres eram?

As diretrizes sao fornecidas com a precisao de centimetros, indicam como e onde deveriam ser fixados varais e argolas e que ligas metalicas deveriam ser usadas. Advertiu Moises repetidas vezes que nao cometesse erros. Numa ocasiao em que Davi mandou transportar a Area da Alianga, Oza ia a seu lado.

Quando os bois, que puxavam o carro, se agitaram e fizeram a Area pender para um lado, Oza susteve a com as maos: como que atingido pelo raio, caiu morto no mesmo instante. Pois, se hoje a reconstruirmos de acordo com as instrugoes fornecidas por Moises, produzir se a uma carga eletrica de varias centenas de volts. O condensador sera formado pelas placas de ouro, uma carregada positivamente, e a outra, negativamente. Se, alem disso, um dos querubins colocados sobre a Area servisse como magneto, entao o alto falante - talvez ate uma especie de aparelho de comunicagao reciproca entre Moises e a astronave - estaria perfeito.

Moises ouvia a voz do seu Senhor, nunca, porem, o avistou. Quando uma vez pediu que se lhe mostrasse, seu "Deus" respondeu: "Tu nao podes enxergar minha face, pois homem algum que me ve permanece em vida M. E o Senhor falou: "Ve, ha lugar a meu lado, pisa na rocha. Quando minha gloria passar, colocar te ei numa brecha da rocha, e estenderei minha mao protetora sobre ti ate que eu tenha passado.

Ha duplicates surpreendentes. Quern olhar para o rosto dos deuses, tern de perecer.

DEUSES ERAM ASTRONAUTAS BAIXAR OS

Por que os "deuses" nao queriam mostrar se face a face? O que temiam? Tambem isso e possivel; afinal, consta que Moises foi educado na corte real egipcia. Tambem e preciso levar em conta a possibilidade de todas essas antiquissimas historias, lendas e describes haverem sido colecionadas e reunidas num local e, mais tarde, um tanto misturadas ao serem recopiadas, em suas migrates pelos diferentes paises.

Os achados de anos recentes no Mar Morto Textos Qumram resultam num valioso e surpreendente complemento do Genese biblico. No Apocalipse de Moises capitulo 33 , Eva olhou para o ceu e la viu aproximar se um carro de luz, puxado por quatro aguias cintilantes.

Nenhum ser humano teria sido capaz de descrever essa maravilha, le se em Moises. Esta historia, anotada a margem, nao nos diz muita coisa nova: de qualquer maneira, porem, ja em conexao com Adao e Eva fala se, pela primeira vez, em carros de luz, rodas e funiaca, como aparigoes maravilhosas. No pergaminho de Lameque, foi decifrada uma ocorrencia fantastica. O que restou, entretanto, e suficientemente singular para ser relatado. Ora, Bat-Enosh jurou por tudo que lhe era sagrado que o semen era dele, do pai Lameque - que nao era nem de algum soldado, nem de um estranho, nem de um dos "filhos do ceu".

Entre parenteses seja anotada a pergunta: afinal, de que especie de "filhos do ceu" falava Bat-Enosh? De qualquer maneira, esse drama familiar ocorreu antes do diluvio.

Nao obstante, nao acreditou nas juras de sua mulher e, desassossegado ate o fundo de sua alma, partiu para pedir conselho a seu pai Matusalem, a quern relatou o caso familiar que tanto o deprimia. Matusalem ouviu, meditou e, por sua vez, se pos a caminho, para consultar o sabio Enoque. Aquele assunto de famflia estava causando tal alvorogo que o velho enfrentou os incomodos de uma longa viagem: era preciso por a limpo a origem do garoto.

Eram os Deuses Astronautas? DVDrip DivX-Dublado

La chegando, Matusalem descreveu a Enoque como na famflia de seu filho Lameque havia aparecido um menino que nao tinha o aspecto de um ser humano, mas, ao contrario, o de um filho do ceu: os olhos, os cabelos, a pele, o ser todo inteiro nao se enquadrava na famflia.

O sabio Enoque escutou o relato e mandou o velho Matusalem de volta, com a noticia extremamente alarmante de que um grande juizo punitivo sobre viria, atingindo a Terra e a humanidade, e que toda a "carne" seria aniquilada, por ser suja e perversa.

O menino estranho, porem, de quern a famflia suspeitava, teria sido escolhido para ser o progenitor daqueles que sobreviveriam ao grande juizo universal. Por esse motivo, Matusalem deveria ordenar a seu filho Lameque que desse ao menino o nome de Noe. Matusalem viajou de volta, informou seu filho Lameque sobre tudo que estaria para vir. O que restava a Lameque senao reconhecer o estranho garoto como seu proprio filho e dar lhe o nome de Noe? Visto por esta perspectiva, o diluvio se transforma em um projeto preconcebido por seres desconhecidos desembarcados, com o fim de destruir a raga humana, exceto algumas nobres excegoes.

Ha textos que afirmam terem sido necessarias, para isso, varias experiencias, ate que finalmente o homem resultasse assim como M Deus M o queria. Em conjunto com a hipotese da visita de seres inteligentes estranhos, do Cosmo a nossa Terra, podemos supor que hoje somos de especie semelhante aquela dos estranhos seres lendarios.

Dentro dessa cadeia de indicios comprovadores, tambem as oferendas de sacrificios, que os M deuses M exigiam dos nossos antepassados, fornecem enigmas curiosos. De modo algum exigia se tao somente incenso e sacrificios animais! Muitas vezes, dos itens solicitados constam moedas, cujas ligas metalicas eram exatamente prescritas. A todos esses achados atribui se a idade minima de 5. Se nossos astronautas, algum dia, sobre um planeta, encontrarem seres primitivos, estes, provavelmente, tambem os tomarao por "filhos do ceu" ou "deuses".

Qual a decepgao, porem, se tambem la, naquele local de desembarque ainda desconhecido, tivesse havido grande progresso, e nossos astronautas nao fossem saudados como "deuses", mas ridicularizados como seres vivendo ainda em consideravel atraso? A lenda esta escrita em lingua acadica. Mais tarde, foi encontrada uma outra copia do conjunto, que retrocede ate o rei Hamurabi.

E evidente, tambem, que o enredo principal da epopeia de Gilgames desenrola se paralelamente ao da narrativa biblica inclmda no Livro do Genese. Na primeira placa das 12 encontradas em Kuyundjik, relata se que o vitorioso heroi Gilgames construiu um muro em volta de Uruk.

Le se que o "deus do ceu" residia numa casa elevada, que dispunha de silos de cereais e que sobre os muros da cidade havia sentinelas. A segunda placa informa como foi criado mais um vulto - Enkidu - pela deusa celestial Aruru.

Enkidu e descrito com todas as minucias: era peludo em todo o corpo, nada sabia da Terra e da gente, vestia peles, comia ervas do campo e bebia do mesmo manancial em conjunto com os animais. Tambem brincava nas aguas escachoantes, com as criaturas que nelas habitam. Gilgames, rei da cidade de Uruk, ao saber desse ser pouco atraente, sugeriu que se lhe desse uma bela mulher, a fim de que se desacostumasse dos animais.

O ingenuo Enkidu caiu se com prazer nao se relata na armadilha do rei e passou seis dias e seis noites com uma beleza semidivina. Essa iniciativa de alcovitice real da que pensar: naquele mundo barbaro, a ideia de um cruzamento entre semideus e semi animal nao parecia tio familiar assim. A terceira placa refere se a uma nuvem de poeira, vinda de longe, e relata: o ceu ha via rugido, a Terra tremido, e finalmente o rei do Sol tinha vindo e arrebatado Enkidu, com asas e garras poderosas. Le-se, com surpresa, que sobre o corpo de Enkidu algo como chumbo tinha pousado, e que o peso de seu corpo lhe parecera como o de um rochedo.

Biblioteca Expansão da Consciência -PDF gratuitos

Mas como ocorreu essa ideia ao velho cronista? A quinta placa relata que Gilgames e Enkidu se poem a caminho para juntos visitarem a sede dos "deuses". De longe ja podiam ver o brilho da torre onde vivia a deusa Irninis. As setas e os dardos que, como viandantes cautelosos, eles atiraram sobre as sentinelas, ricochetearam, inofensivos. Nenhum mortal chega ao monte sagrado onde moram os deuses. Quern olhar a face dos deuses, deve ser exterminado.

Na setima placa, finalmente, esta o primeiro relato de testemunha ocular de uma viagem cosmica, comunicado por Enkidu: quatro horas teria ele voado nas garras de bronze de uma aguia.

BAIXAR ERAM ASTRONAUTAS OS DEUSES

E este e o relato textual: "Ela me falou: "Olha para baixo sobre a Terra! Que aspecto tern? Olha sobre o mar! Como te parece? E novamente voou ela mais alto, subindo quatro horas, e me falou: "Olha para baixo sobre a Terra!

E mais quatro horas ela voou para o alto e disse "Olha para baixo sobre a Terra! M E a Terra parecia um mingau de farinha, e o mar era como ia ma barrica d'agua.

Quern poderia relatar que a Terra teria o aspecto de um mingau de farinha, o mar o de uma barrica d'agua, se ainda nao houvesse a minima ideia do globo terrestre "visto por cima M? Se na mesma placa se relata que uma porta falava com um homem vivo, nao hesitamos em identificar esse fenomeno singular como o produzido por um alto falante.

Em frente a Porta do Sol encontrou ele gigantes que, apos longo dialogo, o deixaram passar, porque ele mesmo, afinal, era dois tergos deus. Finalmente, Gilgames encontrou o parque dos deuses, atras do qual se alargava o mar infinite. Duas vezes, os deuses advertiram Gilgames em seu caminho: "Gilgames, para onde corres? A vida, que procuras, tu nao a encontraras. Quando os deuses criaram os homens, destinaram lhes a morte; a vida, guardaram para si proprios.

Utnapischtim, porem, vivia alem do grande mar; para la nao havia caminho e, fora do deus sol, nave alguma voava para la. Sob multiplos perigos, Gilgames atravessou o mar.

E assim, a decima primeira placa pode narrar seu encontro com Utnapischtim. Gilgames achou o corpo do pai dos homens nao mais alto e largo do que o seu proprio e julgou que se pareciam como um pai com o filho. Utnapischtim, entao, conta seu passado a Gilgames, estranhamente na forma da primeira pessoa do singular.

Tambem aqui - como no relato de Noe na Biblia - ouvimos a historia do corvo e da pomba, que foram soltos, e como, finalmente, quando as aguas baixaram, o barco aportou numa montanha. O paralelismo do relato sobre o diluvio no poema epico de Gilgames e na Biblia e indubitavel, nao discutido por nenhum pesquisador.

O fascinante desse paralelismo e que estamos a lidar com outros sinais e "deuses" di versos. Que no antigo Oriente, ha alguns milhares de anos, ocorreu uma catastrofe inundatoria, e inequivocamente comprovado.

Textos cuneiformes da antiga Babilonia indicam, com muita exatidao, onde restos do barco, de fato, deveriam ser encontrados: ao lado sul do Ararate encontraram se tres fragmentos de madeira, que talvez indiquem o ponto de chegada da area. Quanto ao mais, as probabilidades de achar restos de um navio construido em sua maior parte de madeira, e que ha mais de seis mil anos enfrentou o diluvio, sao extraordinariamente escassas.

Com efeito, as narrates incluem fatos que devem ter sido conhecidos dos autores do poema epico de Gilgames, se os examinarmos a luz dos conhecimentos hodiernos.

Sera possivel que a epopeia de Gilgames nem mesmo tenha ocorrido no antigo Oriente, mas na regiao de Tiahuanaco? O kVA é uma medida de potência elétrica , chamada potência aparente. Suponhamos que a energia se destinava a alimentar apenas recepto Isso acontec A história da eletricidade.

A palavra eletricidade vem do grego elektron âmbar , por consequência da propriedade que este material tem de atrair partículas de pó qua Alguns podem até dizer que a Lua cheia é sempre igual. O "fur Radioatividade e efeitos fisiológicos.